março 22, 2019 -

Os campeonatos de Videogames de Pokémon de 2019 estão permitindo uma variedade única de estratégias. Ao dividir a temporada em três diferentes formatos com diferentes grupos de regras, jogadores precisam se adaptar às mudanças de tempos em tempos e fazer ajustes em seus times para os novos desafios que vão surgindo.

Entretanto, existem dois Pokémon que já davam as caras no formato anterior, continuam sendo uma ameaça agora e provavelmente continuarão sendo uma dor de cabeça no seguinte. Estamos falando do mais perigoso atacante no jogo e o mais imponente suporte que ronda os times: Xerneas e Incineroar, respectivamente.

O cervo e o tigre transmitem ameaça para qualquer time, e não para menos seus números são impressionantes. Levando em conta os 72 times que atingiram o Top 8 nos últimos 9 campeonatos de renome ao redor do mundo (Regionais, Special Events e o Internacional da Oceania), Xerneas aparece em 49, enquanto Incineroar ostenta 56. Isso representa, aproximadamente, que Xerneas foi um dos lendários escolhidos em 68% das equipes, com Incineroar dando dores de cabeça em 78%.

Esses números não somente querem dizer que ambas as escolhas são extremamente sólidas para a maior parte dos times que elaborar, mas também que é preciso estar preparado para encarar ambos em qualquer campeonato sério. Mas o que faz desses dois tão poderosos a ponto de centralizarem tanto o metagame? Vamos descobrir.

O Rei do Ringue

Incineroar, o Rei do Ringue

Incineroar aterroriza seus oponentes nas batalhas em dupla – literalmente, pois sua habilidade Intimidate corta o Attack dos dois adversários que estiver encarando. Para somar a sua presença ostensiva, Fake Out força um adversário a ficar sem ação por um turno através de seu Flinch garantido; a única forma de evadir isso é com um Protect.

Porém, mais do que uma intimidadora gárgula em campo, Incineroar também tem um Attack respeitável. Knock Off pode desarmar adversários que dependam de itens para completar seus danos ou de Berries para recuperar HP. Snarl faz o trabalho de Intimidate reduzindo o Special Attack de todos atingidos. Flare Blitz, enquanto causa dano a si, permite derrubar muros do tipo Steel e ainda alguns adversários que não resistam Fire.

Por fim, Darkest Lariat, além de ignorar mudanças de stat do oponente, pode se transformar em Malicious Moonsault, que pode – e vai – nocautear Pokémon com fraqueza a Dark e até alguns que recebam o golpe sem resistência.

A Árvore da Vida

Xerneas, a Árvore da Vida

Autossuficiente. Embora Xerneas seja um cervo-de-um-truque-só, o que faz de seu uso tão amplo é que seu conjunto de ataques seja completo. Tem como ataque assinatura Geomancy, que aumenta o Special Attack, Special Defense e Speed do usuário em 2 estágios ao custo de exigir dois turnos para ser ativado. Contudo, com o item Power Herb, Geomancy leva apenas um turno, podendo no seguinte começar a explodir alvos aqui e ali.

Após um único Geomancy, um Xerneas usual terá força mais que suficiente para nocautear ou retirar mais de 50% de HP de quase qualquer alvo que mirar, independente do oponente ter ou não resistência ao tipo Fairy. Isso faz com que beire o impossível entrar na frente do cervo em meio ao turno adversário.

Em geral, a escolha é se prefere dar dano em área com Dazzling Gleam ou escolher um único alvo com Moonblast, correndo o risco de dar de cara com um Wide Guard ou Protect, respectivamente. Além disso, se torna tão ameaçador no campo de batalha que é possível se dar ao luxo de usar Protect e esperar os dois Pokémon do adversário mirar nele, perdendo seus turnos e deixando seu parceiro livre para agir por um turno.

Animais Fantásticos e Como Enfrentá-los

Animais Fantásticos e Como Enfrentá-los

Ciente da quase onipresença dessas duas criaturas em times competitivos de alto calibre, é de se questionar não somente como encaixá-los em seu time, mas também o que fazer no caso de encontrar um desses no Team Preview daquele campeonato que está participando.

Incineroar não pode (e nem deve) ficar na frente de Kyogre ou Tapu Fini, que resistem a basicamente todos os seus ataques e podem derrubá-lo antes que cumpra seu papel. Na ausência de U-Turn, mesmo um Ludicolo pode apresentar dificuldades. Groudon também é capaz de nocauteá-lo e, sem Low Kick em seu arsenal, Stakataka também resiste a tudo que o inicial pode usar. Landorus-Therian é provavelmente o melhor segurança contra Incineroar, já que tem uma forte presença ofensiva com seus golpes Ground e defensiva com seu próprio Intimidate. Hitmontop não deve ser subestimado, ameaça Incineroar com seus golpes Fighting e possui uma forte presença de apoio em campo.

Se Xerneas não acionar Geomancy, metade dos seus problemas vai embora. Isso pode ser feito de muitas formas: derrubando-o logo de cara com golpes Steel e Poison, como os de Solgaleo ou Toxicroak, removendo seu item através de Knock Off, ou até mesmo retirando seus stats após usar Geomancy. Esse último pode ser feito com golpes como Haze e Clear Smog, presentes em Crobat e Amoonguss, além de poder usar Roar para retirar Xerneas de campo, anulando todo o trabalho que teve.

Jogar competitivamente é bem mais do que só juntar um grupo de Pokémon forte e sair para a disputa. Exige muito estudo do metagame, dos times mais usados, das estratégias vencedoras e adaptar o seu time para enfrentar esse tipo de situação. Nas próximas semanas discutiremos um pouco mais sobre essas estratégias e Pokémon dominantes, e fiquem ligados para a terceira e última etapa do VGC ‘19 – a Ultra Series – que começa agora em abril!

 

Escrito por:

 

Como todo bom treinador, Fellipe Camarossi começou sua jornada aos 10 anos com seu primeiro cartucho da franquia. Participando do circuito competitivo desde 2007, resolveu seguir a rota Gary Carvalho e deixou de lado a adrenalina da arena para se tornar um Professor Pokémon, lecionando e apitando em campeonatos oficiais. Se estiver em São Paulo, pode esbarrar nele nos Premier Challenges e Midseason Showdowns que rolam na cidade!

 

 

Tag: , ,

Comentários estão fechados.